fbpx

Dicas sobre acessibilidade nos eventos

Dicas sobre acessibilidade nos eventos

Que tal entender um pouco sobre o universo da inclusão e acessibilidade nos eventos?

Você sabia que existem mais de 45 milhões de pessoas que possuem alguma dificuldade ou deficiência?

Quase 25% da população (censo de 2010) tem algum grau de dificuldade: problemas para enxergar, ouvir, caminhar ou subir degraus. Cadeirantes, idosos, gestantes, obesos, cegos, surdos, mudos, pessoas com nanismo e com dificuldade de locomoção dentre outras diversas situações, passam por inúmeras barreiras por falta de rampas, documentos em braile e profissionais que atendem essas peculiaridades durante os eventos e na vida cotidiana.

Dar as pessoas acessos aos bens disponíveis a demais cidadãos é uma preocupação essencial para qualquer profissional de eventos. A inclusão combate o preconceito! Conscientizar as pessoas é fundamental pela extrema relevância deste tema.

A “Inclusão” é um conjunto de ações que combatem, com objetivo de todos terem iguais oportunidades. Já a “acessibilidade” se refere a possibilidades de acesso com segurança e autonomia.

O termo “pessoas com deficiência” se refere à deficiência visual, auditiva, intelectual ou física. Já “pessoas com mobilidade reduzida” diz respeito aos idosos, gestantes, obesos e pessoas com criança de colo.

Durante a visita técnica no local onde o evento será realizado e ainda durante o planejamento é importante verificar com atenção necessidades especiais no evento. 

Uma forma de buscar essas informações junto aos participantes é inserir um formulário de inscrições que seja possível filtrar as necessidades de atendimento diferenciado.

Abaixo listo algumas dicas importantes para que possamos juntos passar a refletir ações de imensa importância na organização dos eventos, com foco na “acessibilidade”:

1 – Contratar pessoas capacitadas para lidar com as diferenças é uma boa forma de facilitar a comunicação dentro do evento. Guias e intérpretes são a interface dos eventos acessíveis. Eles podem interagir com os convidados de forma a facilitar, incluir e melhorar a experiência dos participantes

*A presença de intérpretes de “libras”, por exemplo, é essencial para que os participantes surdos possam compreender as informações e sanar suas dúvidas com facilidade;

2 – Separar um ambiente no evento para pessoas com deficiência, dificuldades de locomoção ou mobilidade reduzida e deixar um colaborador a disposição para atendimento;

3 – Além da escolha de um bom espaço para acomodar adequadamente esses convidados é preciso se lembrar das áreas internas e externas;

4 – A acessibilidade deve estar presente desde o estacionamento com vagas separadas e disponíveis até o banheiro, que deve ser identificado com etiqueta em braile próximo a maçaneta. 

*Muita atenção ao palco e aos locais onde os eventos sociais acontecerão, bem como na plenária caso alguém que vá participar da mesa de honra necessite desta atenção e cuidado.

5 – A entrada e saída devem ser bem distribuídas, com rampas e corrimãos que facilitem o deslocamento;

6 – Materiais em braile para divulgação da localização e programação devem ser disponibilizados;

7 – Observar número de assentos para obesos e cadeirantes bem como preparar mesas para canhotos;

8 – Observar bem e desobstruir rota de fuga, deixar espaços livres para cadeirantes;

9 – Oferecer acessibilidade para venda do ingresso ou da inscrição: tanto no ponto físico quanto no virtual;

10 – Oferecer espaço kids para apoio as mães.

Uma dica para encontrar profissionais do segmento é que o profissional de eventos procure nas entidades ligadas a categoria desejada, sempre poderão ajudar com boas indicações caso não prestem o serviço desejado!

Procure se informar sobre fornecedores que oferecem serviços ligados a estenotipia e audiodescrição. Estenotipia é a legenda ao vivo na transmissão de vídeo. Audiodescrição é descrição falada nas imagens com uso de equipamentos de tradução.

Com relação ao credenciamento: As pessoas devem ser recebidas por ordem de chegada em guichê separado. Uma fila deve ser organizada para esta finalidade e a equipe de credenciamento deve estar preparada e atenta, a secretaria deve sinalizar com fácil identificação o acesso.

Com relação a sinalização/comunicação: use placas e cartazes lembrando da descrição em braile e com fontes que facilitam a leitura, os avisos devem ser de fácil captação utilizando equipamentos de som em todas as áreas de acesso presentes no evento.

Uma ação importante relacionada a comunicação é sempre informar recursos de acessibilidade, espaços reservados para cadeiras de rodas e pessoas com deficiência. 

Com relação a alimentação: garantir fácil acesso nas vendas e ainda cardápios personalizados em braile, com equipes preparadas próximas para qualquer eventualidade é fundamental.

Em resumo: área de embarque e desembarque, áreas reservadas, banheiros adaptados, comunicação em braile, equipe orientada a ajudar, obstáculos nivelados por rampas e um website adaptado são itens que auxiliam bastante esse grupo de convidados que merecem total atenção e dedicação.

Acessibilidade é um desafio em todo Brasil pois alguns lugares e profissionais ainda não refletiram sobre esta importância, as pessoas necessitam muito do auxílio de outras para ir e vir e isso de fato não é legal infelizmente.

Todas as pessoas possuem direitos a transporte, saúde e educação. Não esqueçamos desses participantes em nossos eventos. Com simples atitudes demonstramos respeito e acolhimento por estes participantes.

Para informações mais detalhadas sugiro a leitura do “Guia de acessibilidade da UFPR”. Foi o material mais completo que achei para pesquisar sobre o tema e auxiliar os profissionais do segmento e realizadores de eventos a se atentarem a pequenos gestos que surtem grandes efeitos no decorrer dos eventos.

Pensar em interações com a comunidade muda, cega e surda é essencial. Tudo o que estiver ao alcance do profissional de eventos para gerar liberdade e promover autonomia ao convidado deve ser feito.

Espero que tenham gostado deste tema e conteúdo, existem materiais bem mais completos e com dicas mais detalhadas, mas meu objetivo nessa postagem é chamar nossa atenção para este tema de altíssima importância nos eventos!

Luane Bittes – Assessoria em Eventos

No Comments

Add your comment

×